Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

VITÓRIA 450 ANOS

Vitória - 460 anos Foto: Walter de Aguiar Filho, setembro/2011

Natureza privilegiada, clima agradável, povo hospedeiro, culinária de sabor diferenciado, eventos culturais e esportivos, além de muita história. Vitória oferece tudo isso e muito mais. O roteiro para quem quer dias prazerosos pode começar pelas praias. Camburi é a principal, com seis quilômetros de extensão. Concentra atividades culturais e esportivas, principalmente entre janeiro e março, quando é montada uma arena própria para sediar shows e campeonatos mundiais de beach soccer e vôlei de praia. Também é ponto de maior concentração de hotéis, quiosques, restaurantes e bares.

A Praia do Canto fica ao lado do "Iate Clube do Estado", que é ponto de convergência da maioria dos esportes náuticos praticados na Ilha. Logo ao lado esta a Curva da Jurema, com quiosques que são muito frequentados à noite também. Completam a lista, as praias das Ilhas do Frade e do Boi.

Quem quiser ter uma visão da Cidade a partir do mar, pode navegar pela baía em escunas. Os passeios partem do píer de Iemanjá, praia de Camburi, e do Cais do Avião, em Santo Antônio.

 A "Ilha do Mel" também oferece roteiros ímpares no chamado turismo ecológico, que associa espaços naturais e de lazer. São formações rochosas, nascentes, manguezais, vegetação de restinga e remanescentes da Mata Atlântica que deram origem a cinco parques, oito reservas ecológicas e a duas áreas de preservação ambiental, a região da Ilha do Frade e o Maciço Central.

O município tem como ponto mais elevado a Pedra dos Dois Olhos, com Altitude de 240 metros. A bacia que compõe a paisagem hidrográfica do município é a do rio Santa Maria da Vitória. O clima é tropical úmido, com máximo de 30 graus.

 A região em torno da Pedra dos Dois Olhos é uma das oito reservas ecológicas da Cidade. Isso inclui a reserva das Ilhas Oceânicas de Trindade e Arquipélago Martin Vaz, Restinga de Camburi, Morro do Itapenambi, Morro da Gamela, Mata Paludosa, Mata de Goiaberas e Reseva Ecológica São José.

Espaços naturais de lazer para muitas famílias, os parques estão dotados de infra-estrutura para atender aos moradores e aos visitantes, como a Pedra da Cebola, localizado entre os bairros Mata da Praia, Jardim da Penha e Bairro República. No local é possível fazer caminhadas ou cooper.

O Parque Municipal da Gruta da Onça, localizado na Esplanada Capixaba, em pleno Centro da Cidade, é um dos últimos remanescentes da Mata Atlântica da região. Além de caminhar por trilhas e entre a vegetação, é possível apreciar o visual da entrada da Baía de Vitória a partir de um mirante.

Em Maruípe, está localizado o Horto Municipal, com grande variedades de flores e árvores de espécies nativas, identificadas com os nomes populares e científicos. Ipês, quaresmeiras, angelins, perobas, aroeiras, palmeiras, jabuticabeiras, pitangueiras, sapotis, buritis, guapuruvus e parajús tornam as caminhadas mais agradáveis.

Embora não represente uma área natural, o Parque Moscoso - o mais antigo da cidade, inaugurado em 1912 - merece destaque especial, pela sua história, cultural e sentimental com a Cidade. Seu projeto de recuperação resgatou o estilo arquitetônico neoclássico, característico da época.

 Ainda dentro do circuito e áreas de lazer ao ar livre, figuram praças, como a dos Namorados, Desejos e da Ciência, na região da Praia do Canto. Ligada uma a outra, possuem pista de skate, bicicloss e patinação. Uma particularidade da Praça da Ciência: incentivar as crianças ao aprendizado das ciências através de brinquedos.

 

Fonte: Encarte Especial de A GAZETA de 09 de setembro de 2001
- Editora: Maria Helena Fabriz
Textos: Ana Laura Nahas, Elaine Silva, Ivana Esteves, Lúcia Gonçalves, Lúcia Garcia e Marcelo Pereira
Fontes Bibliográficas:
- Série de fascículos de A GAZETA, A Saga do Espírito Santo, com pesquisa e texto de Neida Lúcia e Sebastião Pimentel Franco, edição de José Irmo Goring.
- Biografia de uma Ilha (1965), de Serafim Derenzi.
- A Ilha da Nostalgia (1999), José Tatagiba.
- Vitória Cidade das Ilhas, com fotos de Cláudio Edinger, pesquisa de Renato Pacheco e Léa    Brígida, textos de Luiz Guilherme Santos Neves
Compilação: Walter de Aguiar Filho, setembro/2011

 



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

Bienal Capixaba do Livro

Bienal Capixaba do Livro

A terceira edição da Bienal Capixaba do Livro começa nesta quinta-feira (21/06) no estacionamento do Shopping Vitória e vai até 1º de julho. O evento é uma iniciativa da Câmara Capixaba do Livro, entidade que agrega livreirso, editoras e distribuidoras do Estado do ES.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Ensino Artístico - Professor Paulo Gomes Cardim

A reforma do ensino da musica, confiada à competência e dedicação do ilustre professor Paulo Gomes Cardim

Ver Artigo
Convento da Penha: 450 anos

Em 2008 o Convento da Penha, situado em Vila Velha, completará 450 anos. Símbolo da religiosidade do capixaba, é o segundo santuário mariano mais antigo do Brasil e o maior centro de peregrinação e turismo do Espírito Santo.

Ver Artigo
Dia Internacional da Mulher

Queremos registrar aqui o nosso agradecimento a todas as mulheres que contribuem com este site, seja enviando fotos especiais e antigas, textos, ou sugerindo matérias através do nosso Fale Conosco

Ver Artigo
O Bar Globo do Zé Gordinho

Zé Gordinho foi assim, desses tipos que aparecem numa cidade chamando logo a atenção. Baixote, gorducho, tipo moreno, cabelos alisados, sempre fumando um charuto, assim como o Eurico Rezende

Ver Artigo
Origem do Carnaval no Brasil

Fomos influenciados inicialmente pelos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias. No Brasil, com a criação dos Trios Elétricos pelos baianos, uma nova caracteristica de carnaval se disseminou

Ver Artigo