Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Instituto Radiológico de Vitória

Grupo de pessoas presentes á inauguração, em frente do Edifício Maria Ortiz, onde se acha instalado o Instituto Radiológico - Grupo de pessoas presentes á inauguração, na sala de radiodiagnóstico

Vitória ressentia-se da falta de uma aparelhagem particular e moderna de Raio X, que atendesse às exigências do diagnóstico clínico, como cidade que se coloca em plano de lisonjeiro aspecto, em confronto com os centros mais cultos do país.

Compreendendo que era preciso que alguém, algum médico abnegado, viesse curar o meio ambiente do mal dessa lacuna, o Dr. Rousseau Leão Castello, um expoente da nova geração capixaba, especializou-se em Radiologia e instalou seu consultório com aparelhagem particular, que apresentava, por várias circunstâncias, maior conforto a que só recursos particulares podem atender, possibilitando uma assistência permanente às exigências técnico-científicas. E tão ilimitada era sua aspiração que, dois anos decorridos da primitiva instalação, no 2º pavimento do Edifício do Banco Inglês, em Vitória, o Dr. Rousseau Leão Castello substituía, completamente, toda a sua aparelhagem ainda moderna, por uma outra moderníssima, de fabricação alemã, da Siemens-Reiniger-Wercke, Tuto-Ventil-Heliodor, com sistema de retificação por válvulas eletrônicas, proteção integral contra alta tensão, o mais aperfeiçoado que existe contra a Radiação X, luxuosa e elegante, com os mais modernos requisitos, dando um rendimento muito maior de energia e de tal monta que, no Rio de Janeiro, só há duas ou três aparelhagens, com idênticas características em consultórios particulares. E instalou-se definitivamente, no Edifício Maria Ortiz a Rua Domingos Martins, 2, nesta cidade, com um Instituto Radiológico, de esplendida capacidade, dando a Vitória os foros e uma capital importantíssima.

 

Fonte: Revista Annuário do Espírito Santo, 1937
Compilação: Walter de Aguiar Filho, dezembro/2017

Curiosidades

Os Açorianos fundam Viana

Os Açorianos fundam Viana

Trinta casais de açorianos chegaram ao Espírito Santo no governo de Alberto Rubim. Iniciava-se a imigração européia para o Estado. Eram novos braços para ajudar nos trabalhos da lavoura

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Tropeiros percorrem em 20 dias 650 quilômetros de história

Ao longo de 20 dias, um grupo de 13 capixabas está revivendo parte da história do Brasil Colônia ao refazer os passos de Dom Pedro pelo interior do Estado

Ver Artigo
Pedra da Onça - Por Seu Dedê

Localizada à margem esquerda do canal da Costa, braço sul. De frente ao Shopping Praia da Costa 

Ver Artigo
Ponga de Bonde – Por Edward Athayde D’Alcântara

Existe uma diferença entre carona e ponga

Ver Artigo
Praia da Sereia - A origem do nome

A origem do seu nome remonta aos primeiros anos do século XX, quando chegaram a Vila Velha, vindos do Rio de Janeiro, alguns construtores para construir o Terceiro Batalhão de Caçadores

Ver Artigo
Viajantes Estrangeiros ao ES – Wied, Freyreiss e Sellow

Pouco antes de iniciarem excursão pelas províncias do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia, chegou à Corte, em meados de junho de 1815, Maximiliano Alexandre Philipp, Prinz von Wied-Neuwied

Ver Artigo