Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Matadouro Municipal de Vila Velha

Matadouro Municipal de Vila Velha - Acervo: Edward Alcântara, membro efetivo e fundador da Casa da Memória de Vila Velha, ES

Nos primeiros decênios do século XX, o matadouro municipal localizava-se no fim da Rua Dom Jorge Menezes, em área pública entre o sopé do Convento da Penha e a margem do rio da Costa.

Possuía ampla área para pastagem e descanso das reses, além de galpão próprio para abate. Esse serviço do município foi efetivamente administrado por Rodolpho Valdetaro, que regularizou o fornecimento de carnes bivina e suína para os açougues de Vila Velha, Aribiri, Paul e Argolas.

Por volta de 1960, tendo o Ministério da Marinha ocupado a Praia de Inhoá com a construção da Escola de Aprendizes Marinheiros, coube à prefeitura transferir todas as famílias de pescadores ali residentes para a área do antigo matadouro, cujo afastamento do centro da cidade já se impunha. A partir daí a Rua Dom Jorge Menezes foi prolongada até à Praia da Costa.

 

Fonte: Vila Velha, onde começou o Estado do Espírito Santo,1999
Autor: Jair Santos
Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2012

Variedades

A Casa azulejada da Serra – Os Barbosa Leão

A Casa azulejada da Serra – Os Barbosa Leão

Já tivemos oportunidade de apreciar, em cidades do Espírito Santo, duas casas com fachadas revestidas de azulejos portugueses. Apenas duas. Uma delas situava-se bem no centro de Guarapari. Foi demolida, recentemente. A outra, ainda de pé, na vizinha cidade da Serra, foi construída em 1873, por Luiz Barbosa Leão

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Sítio da Família Batalha – Por Edward Athayde D’Alcântara

Constituído de uma pequena gleba de terras de um pouco mais de três alqueires e meio (173.400,00 m²), fica localizado às margens do Rio da Costa

Ver Artigo
O Exército Brasileiro em solo Espiritossantense

A nova denominação de 3º Batalhão de Caçadores veio do Decreto nº 13.916, de 11 de dezembro de 1919, permanecendo com a mesma, até 24 de janeiro de 1949 

Ver Artigo
Praia do Ribeiro e Ilha da Baleia – Por Edward Athayde D’Alcântara

A ilha da Baleia no período do Brasil Império e Colônia foi considerada como ponto estratégico para defesa da Capitania

Ver Artigo
Capítulo III - A viagem a Capitania do ES pelo Príncipe Maximiliano de Weid-Neuwied

Maximiliano e sua comitiva partem rumo ao “desconhecido”, em de novembro de 1815

Ver Artigo
Técnicas de Confecção de Panelas de Barro

Todo o vasilhame destinado à queima é cuidadosamente coberto por pedaços de madeira, geralmente leves e bem secos. O fogo é ateado em uma das “cabeceiras da cama” dando início à queima

Ver Artigo