Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

Pratos Típicos da Cozinha Capixaba - Torta Capixaba

Torta Capixaba e seus componentes - Foto: Humberto Capai - Fonte: IPHAN

A “Torta Capixaba”. Tem a forma comum de uma fritada. É constituída de mariscos e de palmitos. Estes mariscos são de preferência, camarões, caranguejos, ostras, siris e mexilhões. Seu preparo requer uma “técnica” especial. É servida, em regra, fria e em fatias. Trata-se de prato que o espírito-santense não dispensa à mesa nos dias da Semana Santa. Velha tradição que ele conserva. As antigas famílias não se esquecem, nesses dias, de enviá-lo aos parentes e amigos ausentes. Sendo prato “enxuto” e seco, fácil é o seu condicionamento e transporte, até por aviões. Para as leitoras curiosas, vamos transcrever aqui uma das receitas mais conhecidas para o seu preparo. “Os mariscos devem ser frescos. Depois de limpos, cozidos, desfiados e espremidos (ou passados à máquina), faz-se à parte, o tempero. Este deve conter alho, coentro, azeite doce, limão, cebola e (querendo) umas pimentinhas malaguetas. Para completá-lo, é aconselhável um pouco de cravo socado, cominho e pimenta do reino. Esse tempero deve ser cozido na banha (ou toucinho derretido), com bastante azeite doce e em frigideira de barro, o que é essencial. Assim preparado mistura-se com os mariscos, tendo o cuidado de adicionar um pouco de peixe salgado desfiado para o efeito de “enxugar” e “ligar” a massa. A falta de peixe salgado pode ser subs­tituída pelo bacalhau. Em seguida, mexe-se tudo muito bem, deixando-se secar ao fogo brando a água que, acaso, ainda “chore” dos mariscos. Depois de tudo cozido, enxuto e seco, põe-se azeitonas e, conforme o tamanho da torta, batem-se 6, 12 ou 18 ovos, parte dos quais se mistura à massa e com a parte restante, cobre-se a mesma. Para arremate, enfeita-se com rodelas de ovos cozidos, cebolas, azeitonas, enquanto ainda sob a ação do fogo, até ficar coradinha. Esta receita pode ser simplificada desde que não se obtenha, no momento, mariscos frescos. Estes podem ser substituídos por bacalhau, peixe desfiado e camarões.

 

Fontes de estudo: “A Alimentação como Fonte de Saúde”. Américo Monjardim. Vitória. 1936. “A Cozinha Capixaba”. Profª Teresinha Coutinho de Queirós. Ed. Artes Gráficas. Vitória. 1921 (Folheto de 52 páginas, contendo 36 receitas de pratos típicos espírito-santenses, hoje raríssimo). Leobaldo Bento. “Como se Come em Vitória”. Re­portagem de “A Tribuna”. Ed. de 17-6-1935. “A Inspeção Médico-Escolar e a alimen­tação. Dr. Osvaldo Goulart Monteiro. Vitória. 1920.


 

Academia Espírito-Santense de Letras

Ester Abreu Vieira de Oliveira (Presidente)

João Gualberto Vasconcellos (1° Vice-Presidente)

Álvaro José Silva (1° Secretário)

Marcos Tavares (1° Tesoureiro)

Secretaria Municipal de Cultura - Prefeitura de Vitória

Lorenzo Pazolini (Prefeito Municipal)

Estéfane da Silva Franca Ferreira (Vice-Prefeita)

Luciano Pícoli Gagno (Secretário Municipal de Cultura)

Elizete Terezinha Caser Rocha (Coordenadora da Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim)

Conselho Editorial

Adilson Vilaça

Álvaro José Silva

Ester Abreu Vieira de Oliveira

Elizete Terezinha Caser Rocha

Fernando Achiamé

Francisco Aurelio Ribeiro

Getúlio Marcos Pereira Neves

Organização e Revisão

Francisco Aurelio Ribeiro

Capa e Editoração

Douglas Ramalho

Impressão

Gráfica Espírito Santo

Imagens

Arquivos Pessoais

 

Fonte: O Estado do Espírito Santo e os Espírito-santenses - Dados, Fatos e Curiosidades (os 10 mais...) - 4° Edição (Reedição da 3ª ed. de 1971)
Autor: Eurípedes Queiroz do Valle
Compilação: Walter de Aguiar Filho, Julho/2022

Foto Ilustrativa: Capturada no site do IPHAN
Autor da Foto: Humberto Capai - www.usinadeimagem.com.br


Culinária Capixaba

Culinária Capixaba - CARANGUEJADA

Culinária Capixaba - CARANGUEJADA

Parafraseando o escritor Deomar Bittencourt, nós, no Espírito Santo, achamos que só quem sabe preparar peixe é o capixaba.

Mas, para deleite de todos, publicamos neste site receitas deliciosas da culinária capixaba, com o uso de peixes e mariscos. Aproveite!

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Pratos Típicos da Cozinha Capixaba - Torta Capixaba

Seu preparo requer uma “técnica” especial. Trata-se de prato que o espírito-santense não dispensa à mesa nos dias da Semana Santa

Ver Artigo
Pratos Típicos da Cozinha Capixaba - Muma de Siri

É uma variedade de moqueca, feita de siris novos, moles e pequenos

Ver Artigo
Você come moqueca ou peixada?

"Moqueca, só capixaba! O resto é peixada". A frase dita pelo jornalista Cacau Monjardim ficou conhecida dentro e fora do Estado do ES, causando ciúme em vários centros gastronômicos do país

Ver Artigo
A Tradição da Torta Capixaba – Por Areobaldo Lellis Horta

Uma tradição existe, que lhe é própria, que lhe pertence por inteiro e cujas origens aprofundam raízes em épocas imemoriais. Essa tradição é a TORTA

Ver Artigo
A Origem da Torta Capixaba no ES

Há registro em a Gazeta da Victoria, edição de 28 de março de 1878, divulgava-se: “aos amantes das Tortas. Camarões secos na casa de negócio Casilhas, à rua de São Diogo”

Ver Artigo