Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Folha do Povo – Por José Carlos Fonseca

Folha do Povo – Por José Carlos Fonseca

Falo da Vitória do final dos anos 40 e da década de 50

Amylton de Almeida – Por Deny Gomes

Amylton de Almeida – Por Deny Gomes

Um dia desses, alguém me disse que nunca havia lido nada seu, a não ser as críticas de cinema — o que já é muito e muito 

Maria Nilce ou o tiro que calou Vitória

Maria Nilce ou o tiro que calou Vitória

Maria Nilce foi a mais importante colunista social de Vitória. Sua coluna diária no Jornal da Cidade era lida por milhares de pessoas

Velhas Histórias Eternas – Por José Carlos Correa

Velhas Histórias Eternas – Por José Carlos Correa

Achava enormes as oficinas, onde duas linotipos eram habilmente manejadas pelo Alemão e pelo Bissinga e onde Dequinha, o paginador e tituleiro

Uma festa para Hermógenes – Por Berredo de Menezes

Uma festa para Hermógenes – Por Berredo de Menezes

Hermógenes recebe merecidamente, o galardão de presidente de honra da Comissão Espírito-santense de Folclore

Ceciliano Abel de Almeida na entrevista lírica de um sonho

Ceciliano Abel de Almeida na entrevista lírica de um sonho

Visitei-o outro dia, no comando dessa operação grandiosa, e o conheci, de longe, com o mesmo chapéu que usou a vida toda lá na Terra 

O Cine Cici do Seu Tinininho – Por Átyla de Freitas Lima

O Cine Cici do Seu Tinininho – Por Átyla de Freitas Lima

A casa onde funcionava o Cine Cici era um salão grande, coberto de zinco, na Rua 23 de Maio 

Dr. Denizarth Santos

Dr. Denizarth Santos

Morava em Vila Velha. Era um apaixonado por aquela cidade. Era médico-cirurgião do Exército e foi também, durante muitos anos, diretor do Hospital dos Funcionários Públicos...

De volta para o futuro – Por Cariê

De volta para o futuro – Por Cariê

Mas muito mais importante mesmo do que todo esse folclore ou história é a grandeza do passado e hoje das pessoas que se constituem nos recursos humanos que dividem conosco a responsabilidade e a alegria de ser parte das peças fundamentais que formam o corpo de A Gazeta

Mestre Flores

Mestre Flores

Todos os domingos, na Praça Costa Pereira, O regional do Mestre Flores apresentava, para o povo, o seu repertório de sambas, choros, serestas e canções

Leia mais artigos

Pesquisa

Facebook