Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Vitória recebe a República sem manifestação e Cachoeiro comemora

Vitória recebe a República sem manifestação e Cachoeiro comemora

No final do século XIX, principalmente por causa da produção cafeeira, o Brasil, e o Espírito Santo, em particular, passaram por profundas transformações

ES x BA - Limites (Capítulo II - A Capitania do Espírito Santo)

ES x BA - Limites (Capítulo II - A Capitania do Espírito Santo)

A Capitania do Espírito Santo foi doada, em 1534, por D. João III ao fidalgo luso Vasco Fernandes Coutinho, que a ocupou em 23 de Maio do ano seguinte

Capela de Santa Luzia

Capela de Santa Luzia

A Capela de Santa Luzia data do séc. XVI e é a edificação mais antiga de Vitória.

Providências de Mem de Sá após a morte de Vasco Coutinho

Providências de Mem de Sá após a morte de Vasco Coutinho

Aos dezesseis de outubro, informado da morte de Vasco Coutinho, o governador geral expediu o mandado às principais autoridades da capitania

Folha de serviços militares de Vasco Coutinho

Folha de serviços militares de Vasco Coutinho

Um rei não poderia ir além destas palavras consagradoras

A Justiça e a Igreja na Província do ES

A Justiça e a Igreja na Província do ES

A fim de evitar a continuação dasinjustiças e prejuízos que efetivamente se estão causando partes

Principais realizações de Francisco Gil de Araújo

Principais realizações de Francisco Gil de Araújo

Só em 1678 o novo donatário pisou o solo espírito-santense, aqui permanecendo até 1682, quando regressou à Bahia

Carta de Anchieta ao Capitão Miguel de Azevedo

Carta de Anchieta ao Capitão Miguel de Azevedo

Transcrição da carta de Anchieta ao Capitão Miguel de Azevedo, da Bahia, datada de 1° de dezembro de 1592

O Espírito Santo na 1ª História do Brasil

O Espírito Santo na 1ª História do Brasil

Pero de Magalhães de Gândavo, autor da 1ª História do Brasil, em português, impressa em Lisboa, no ano de 1576

Marcelino Champagnat

Marcelino Champagnat

Marcellin Champagnat, aportuguesado para Marcelino Champagnat nasce a 20 de maio de 1789, em Marlhes, aldeia de montanha no Centro-Leste da França, no início da Revolução Francesa