Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O primeiro mapa com o nome Brasil

O mapa-mundi do veneziano Jerônimo Marini, de 1512

O mapa-mundi do veneziano Jerônimo Marini, de 1512, é a primeira carta onde aparece o nome Brasil para designar as terras até então conhecidas como de Vera Cruz, Santa Cruz, dos papagaios ou "del brazille".

Desenhado em pergaminho, é um dos poucos mapas manuscritos do início do século XVI hoje existentes.

Está de cabeça para baixo, pois, por influência dos costumes árabes, ele é orientado pelo sul.

A Palestina, onde há um presépio, é colocada no centro da Terra, conforme a tradição medieval.

O mapa apresenta defeitos da época, como a representação errada da Inglaterra.

Por outro lado, é inovador quanto à colocação mais exata da Escandinávia e da península de Malaca.

A obra de Marini, cujo original está na Libreria Antiquari Pio Luzzeti, em Roma, é de grande importância na história geral da cartografia, pois documenta uma concepção veneziana do mundo que estava sendo descoberto.

O Equador, embora passando ao sul de Gibraltar, corta o Mediterrâneo, ainda considerado, como na Idade Média, o eixo das terras habitadas.

É também característica veneziana a presença maciça das regiões asiáticas, pólo de atração da época.

Da América vê-se apenas a costa oriental, com destaque para o Brasil.

Em torno do mapa estão alegorias representando o Sol,a Lua, as estrelas e os ventos.

Nos extremos oriental e ocidental, duas esfinges simbolizam os mistérios do mundo, que só mais tarde Fernão de Magalhães decifraria.

 

Colaboração: Roberto Abreu (Presidente da Casa da Memória de Vila Velha), 2005



GALERIA:

📷
📷


Especiais

Graciano Neves e a “Doutrina do Engrossamento”

Graciano Neves e a “Doutrina do Engrossamento”

O republicano, para ser mesmo republicano, devia ser licencioso e desabrido em seus escritos e discursos, que isto era demonstração de independência e de altivez

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Reflexão... – Por Edward Athayde D’ Alcântara

Os acontecimentos que mais me impressionaram foram as enchentes provocadas pelas cheias do Rio Jucu 

Ver Artigo
A Praia do Canto era assim... - Por Sandra Aguiar

Das mãos de um engenheiro sanitarista, Francisco Saturnino Rodrigues de Brito, saiu o desenho do bairro

Ver Artigo
Um Bosque Sagrado - Por Sandra Aguiar

Para o morro da Barrinha, bosques e vários jardins, possibilitando passeios, que seriam, como dizia, o encanto do novo bairro

Ver Artigo
Primeiras grandes mudanças na Praia do Canto - Por Sandra Aguiar

A maior e melhor recordação, segundo ele, é da praia, bem em frente ao Miramar, que atraía maior número de pessoas

Ver Artigo
Vitória - Cidade sol na década de 1920: economia, sociedade e cultura

Florentino Avidos (1924-1928), priorizou a ampliação da malha ferroviária, já iniciada por Nestor Gomes (1920-1924)

Ver Artigo