Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Vitória do Espírito Santo

Porto de Vitória 1925

Veja como Haydée Nicolussi (1905-1970), poeta e cronista, descreve a cidade de Vitória em 1928, inaugurando a poética modernista em terras capixabas:

Vitória do Espírito Santo

"Cidadezinha azul, liliputiana,
cidade de gravura suíça ou italiana,
cidade pequenina,
brincando junto às ondas como uma criança,
com a pontinha dos pés roçando a água mansa
e o céu quase roçando com a fronte das colinas.

Quando a caravana dos navios
vem chegando, de longe, rastejando,
pelos mares bravios,
o Estrangeiro levanta o olhar cansado
de ver o céu deserto e o deserto no mar,
e, num êxtase acordando,
olha a terra como um oásis abençoado!

E ante a cidade-flor, miniatural, vivente,
sente o cálido anseio de tatear
a pelúcia dos musgos nas pedreiras,
os leques nosvos das palmeiras,
as águas da baía transparente,
e tatear
as casinhas, os carros pequeninos
da cidade-tetéia
onde só deviam morar bonecas e meninos.

Que pena imaginar
que a cidade-tetéia
um dia há de crescer
e há de ter 
torres, arranha-céus, ousados, atrevidos,
para cravar
as unhas de aço contra os céus polidos...

Que pena imaginar
que o mar irá baixando a voz cantante,
vendo-a bramir o jazz alucinante
das grandiosas metrópoles crescidas,
que pena ver o mar envergonhado
de soluçar uma canção qualquer,
depois de tantos anos ter acalentado
a cidade-menina que se faz mulher..."
(...)

Publicado originalmente em Vida Capichaba, Vitória, janeiro de 1928.
Trecho do livro "Vitória, Cidade Portuária", de Francisco Aurélio Ribeiro.

 

LINKS RELACIONADOS:


>> 
Francisco Aurélio Ribeiro 
>> Fotos de Vitória Antiga 



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

Dia Mundial do Fotógrafo

Dia Mundial do Fotógrafo

Sabedor que o dia 19 de agosto é considerado o DIA MUNDIAL DO FOTÓGRAFO, quero fazer uma homenagem aos fotógrafos que conheci durante minha vida de músico nas noites.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Deputados capixabas nas duas constituintes imperiais

Em 1823, tomou assento na Assembléia Constituinte brasileira, como representante capixaba, o Dr. Manuel Pinto Ribeiro Pereira de Sampaio, membro do Supremo Tribunal de Justiça, era nascido em Vitória

Ver Artigo
Zé Pretinho

Fica ali, exatamente na esquina da Aleixo Neto com a José Teixeira. Do lado de Santa Lúcia. Não tem placa que o identifique. Mas há quarenta anos toda a redondeza cohece o Zé Pretinho

Ver Artigo
E por falar em saudade

Tenho saudades do torrone, da Garoto, um tablete de docinho recoberto de chocolate e com recheio pastoso de castanha, amêndoa ou amendoim, já não me lembro mais. Só sei que era uma delícia e que guardava todas as minhas pequenas economias para comer um a casa quinze dias. Era a época do leite-mel, da pastilha forte, da groselha, do sorvete de coco verde do Michel, guloseimas,...

Ver Artigo
Origem do Carnaval no Brasil

Fomos influenciados inicialmente pelos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias. No Brasil, com a criação dos Trios Elétricos pelos baianos, uma nova caracteristica de carnaval se disseminou

Ver Artigo
A âncora da Prainha

A âncora da Praça Tamandaré que fica localizada em frente ao Fórum e a Casa da Memória na Prainha, em Vila Velha, foi presenteada pela Marinha ao município de Vila Velha

Ver Artigo