Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Meios de condução, estradas e canais – Século XIX

Canoas transportando café entre o Rio Santa Maria e a Baía de Vitória

Como quase todas as propriedadesrurais estavam sediadas nas margens dos rios, as canoas e lanchas eram os veículosmais usados, também se empregando os carros de bois. Para pequenas cargas, viagensterrestres e transporte individual, as bestas e cavalos não tinham concorrentes. O preçoordinário de um carro regulava vinte mil réis; uma lancha se comprava entre um e doiscontos de réis, conforme seu porte, que variava de vinte e cinco a setenta toneladas.

A estrada geral, “donde principiam as das vilas que estão mais pelo interior,como S. Mateus e Guaraparim”, corria pela orla do Oceano.(70) Nada mais que assimples praias levavam à Corte e à Bahia. A vila de Itapemirim se comunicava comas minas do Castelo por um caminho estimado em doze léguas. A estrada do Rubim– depois da Independência denominada S. Pedro de Alcântara – dava passagem adois carros juntos e era considerada a melhor. Resta citar a que ligava a Capital coma povoação de Viana, de três e meia léguas.

O canal aberto pelos jesuítas no século XVIII não mereceu maiores consideraçõespor parte do autor da Memória, o que parece evidenciar sua pequena utilidade.

 

NOTAS

(70) - NEUWIED encontrou-a “completamente desleixada, sem pontes nem caminhostransitáveis”, ressaltando que era “a única rota ao longo da costa” (Viagem, 128).

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 3ª edição, Vitória (APEES) - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – Secretaria de Cultura, 2008
Autor: José Teixeira de Oliveira
Compilação: Walter Aguiar Filho, maio/2018

História do ES

O fim da polêmica

O fim da polêmica

Na história do Espírito Santo, um dos vultos mais emblemáticos conjuga-se na personalidade de Luíza Grinalda.

Nascida cerca de 1541 e falecida após 1626, foi casada com o filho bastardo, perfilado, do primeiro donatário da Capitania: Vasco Fernandes Coutinho (VIº) Filho. 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Carta de Anchieta ao Capitão Miguel de Azevedo

Transcrição da carta de Anchieta ao Capitão Miguel de Azevedo, da Bahia, datada de 1° de dezembro de 1592

Ver Artigo
O Espírito Santo na 1ª História do Brasil

Pero de Magalhães de Gândavo, autor da 1ª História do Brasil, em português, impressa em Lisboa, no ano de 1576

Ver Artigo
Marcelino Champagnat

Marcellin Champagnat, aportuguesado para Marcelino Champagnat nasce a 20 de maio de 1789, em Marlhes, aldeia de montanha no Centro-Leste da França, no início da Revolução Francesa

Ver Artigo
A PMES na Guerra do Paraguai: há 150 anos – Gelson Loiola

O enviar do efetivo da companhia de Polícia para a guerra, foi autorizada pela Assembleia Legislativa Provincial  mediante a aprovação e sanção da Lei nº 3, de 4 de maio de 1868

Ver Artigo
A Viagem do Imperador Pedro II à Província do Espírito Santo

Aos 35 anos de idade, estava ele no auge da vitalidade, naquele verão de 1859/1860

Ver Artigo