Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Rua Imaculada Conceição (ex-ladeira da Tapera) - Por Elmo Elton

Rua Imaculada Conceição (ex-ladeira da Tapera) - Por Elmo Elton

A ladeira começava na Rua da Lapa, atual Thiers Veloso, e terminava no caminho de São Francisco, hoje rua Dom Fernando

Rua Nestor Gomes (ex-ladeira do Chafariz)

Rua Nestor Gomes (ex-ladeira do Chafariz)

No governo de Florentino Avidos, a área foi urbanizada, pondo-se abaixo todos os casarões antigos ali existentes 

Rua Francisco Araújo (ex-rua do Egito)

Rua Francisco Araújo (ex-rua do Egito)

Em 1925 a construção do viaduto sobre a Rua Caramuru ligou a Francisco Araújo à rua Dom Fernando

Rua Barão de Itapemirim (ex-rua do Oriente)

Rua Barão de Itapemirim (ex-rua do Oriente)

Começa na Praça Costa Pereira e termina na Avenida Jerônimo Monteiro

A Origem da palavra Capichaba

A Origem da palavra Capichaba

incontestavelmente, o diagrama CH se pronuncia em alguns idiomas como se fosse — X —; porém, para o nosso caso, a grafia Capichaba com CH

Identidade(s) capixaba(s) – Por Francisco Aurélio Ribeiro

Identidade(s) capixaba(s) – Por Francisco Aurélio Ribeiro

O conceito de "Identidade" é complexo, pouco desenvolvido e pouco compreendido, na contemporaneidade

Identidade Capixaba, o efeito mosaico – Por Gilbert Chaudanne

Identidade Capixaba, o efeito mosaico – Por Gilbert Chaudanne

Essa identidade consiste em juntar as pastilhas do mosaico capixaba e fundi-las num espelho que vai refletir um rosto único e imensamente rico e diverso

Nós os capixabas – Por Francisco Aurélio Ribeiro

Nós os capixabas – Por Francisco Aurélio Ribeiro

Se temos um linguajar próprio? Ditongamos muito, daí os "bandeija, carangueijo" do nosso dialeto; já ouvi até menino gritar "A Gazeita!!"

Nós os capixabas - Por José Carlos de Oliveira

Nós os capixabas - Por José Carlos de Oliveira

O cantor Roberto Carlos é um típico rapaz do Espírito Santo. Tímido, romântico, eternamente criança, desperta nas crianças um sentimento maternal

Subsídios para entender o capixaba – Por Miguel A. Kill

Subsídios para entender o capixaba – Por Miguel A. Kill

No Estado, em geral, não houve baianização do capixaba

Leia mais artigos

Pesquisa

Facebook