Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Pesca de Água Doce

Pesca de Água Doce

Pesca de Pindaíba: É uma das formas mais antigas de pesca. Feita com caniço sem uso de molinete ou carretilha, sendo a linha presa diretamente ao caniço. É usada para pesca de pequenos peixes, podendo ser feita com ou sem bóia.

Os antigos caniços de bambu hoje podem ser substituídos por caniços de fibra de carbono de encaixe ou telescópicos de extrema resistência.

Exige habilidade para ferrar e retirar o peixe d'água. É bastante gratificante quando você ouve a linha cantar após ferrar um piau e divertida na pesca de lambaris. No mar pode ser feita em águas rasas ou em costões.

Pesca com iscas naturais: Nos rios e lagos este tipo de pesca pode ser feita das margens ou em pequenas embarcações. Assim como a pesca embarcada costeira, é feita com caniços de até 2,7 metros, carretilha ou molinete, linha chumbada e anzol devidamente equilibrados para o tamanho dos peixes que se pretende pescar, iscas naturais como minhoca (grande ou pequena), pedaços de peixes ou carne vermelha, massas, peixes vivos, caranguejos e outras existentes no local e um sacador de peixe.

É importante observar se no local de pesca existem pedras ou pedaços de pau que são abrigos naturais de peixe, mais uma dificuldade a ser vencida.

Esta pescaria também pode ser feita com o uso de bóia.

 

Por: Adrualdo Monte Alto Filho
Publicado originalmente no jornal do Iate Clube do ES

O Esporte na História do ES

Desportos - Por Renato Pacheco

Desportos - Por Renato Pacheco

O campeonato local de 1934 contou com sete clubes. Foi então que o Rio Branco FC, fundado em 21 de junho de 1913, resolveu transformar seu barracão, em Jucutuquara, num monumental stadium, que seria inaugurado em 30 de maio de 1936

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

E viva a Desportiva! – Por Pedro Maia

A sede da Desportiva Ferroviária se situava no alto do morro, na entrada de Jardim América e o campo era um terreno no pé do mesmo morro

Ver Artigo
Remo: O Braço Forte do Esporte Capixaba - Por João Arruela Maio

Vitória em 1952, na disputa do Campeonato Continental, na raia de Valdivia, em Santiago, no Chile

Ver Artigo
Moisés, um campeão - Por Jorge Rodrigues Buery

Na final do Campeonato Brasileiro de 1995, ele era um dos botafoguenses campeões

Ver Artigo
A pesca do Marlim Azul

No Iate Clube do Espírito Santo é festa do marlim azul. O sol brilha mais forte: é o encontro de pescadores que ganharam fama mundial...

Ver Artigo
Tardes Amarelas no Futebol - Por Xerxes Gusmão Neto

Eu e o meu tio Adonias, que morava em São Torquato, subimos num ônibus da Viação Celeste, que portava um letreiro esquisito: São Torquato-Cruzamento

Ver Artigo