Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Parabéns, Vitória (desde 8 de setembro de 1551)

Curiosidades de Vitória

Curiosidades de Vitória

Vitória, uma viagem no tempo com fotos 

Vitória do Futuro - Por Arlindo Vilaschi Filho

Vitória do Futuro - Por Arlindo Vilaschi Filho

Pensar a cidade como mero obstáculo a ser transposto por obras de engenharia que desconhecem seu passado e seu papel no processo de construção cultural é no mínimo querer equalizar o urbano à mera somatória e circulação de veículos com construção civil

Província do ES - Cidade de Vitória

Província do ES - Cidade de Vitória

Proclamada a independência, Vitória, pela Lei de 17 de março de 1823, é elevada à categoria de cidade. Nenhuma festa comemorou o evento. Vitória vivia dias de agitação política

A origem do nome Vitória

A origem do nome Vitória

É muito controvertida a data da mudança da sede do governo da Capitania. A dúvida fica entre os anos de 1550 e 1551, sendo que oficialmente é considerado o dia 8 de setembro de 1551 como o dia da cidade de Vitória

Vitória-ES (Ação Declaratória) - Por Roberto Mazzini

Vitória-ES (Ação Declaratória) - Por Roberto Mazzini

Passei por ti, em caminho para o Convento, nos meus sete anos de idade mas dessa vez não te vi. Ou melhor, vi só o cais das barcas na praça Oito, ao lado da Alfândega, e o obelisco da Colonização equilibrado sobre quatro esferas de aço

Vitória dos 400 aos 450 anos 1951 - 2000 - a cultura

Vitória dos 400 aos 450 anos 1951 - 2000 - a cultura

Síntese da 1ª palestra do ciclo comemorativo dos 450 anos de Vitória, que o Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo patrocinou de 16 de maio a 21 de novembro de 2001

VITÓRIA 450 ANOS

VITÓRIA 450 ANOS

Matéria publicada, há 10 anos, no encarte de A GAZETA, quando Vitória completava 450 anos

Reminiscência 5ª Parte (última) – Memória da cidade de Nossa Senhora da Vitória (1936 -1956)

Reminiscência 5ª Parte (última) – Memória da cidade de Nossa Senhora da Vitória (1936 -1956)

Aos sábados bebemos Martini no Bar Sagres. Temos uma turma de almoços mensais e Zé Leão frusta Paulo Vellozo: - Não gosto de lazanha. E repete, três vezes, o delicioso prato feito pela Clara.

Reminiscência 4ª Parte – Memória da cidade de Nossa Senhora da Vitória (1936 -1956)

Reminiscência 4ª Parte – Memória da cidade de Nossa Senhora da Vitória (1936 -1956)

A pacatez vira poluição e é difícil agora recriar aquela pequenina cidade, cujo  centro era a Praça 8 e onde todos se conheciam e se cumprimentavam.

Reminiscência 3ª Parte – Memória da cidade de Nossa Senhora da Vitória (1936 -1956)

Reminiscência 3ª Parte – Memória da cidade de Nossa Senhora da Vitória (1936 -1956)

Dezoito anos e já professor do Colégio Estadual? Sim, graças a Guilherme Santos Neves...