Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Governança e militança na Província do ES

MAPA DA FORÇA MILITAR DA 1.ª E 2ª LINHA DA PROVÍNCIA DO ESPÍRITO SANTO

A administração civil era constituída pelopresidente da província, Conselho Provincial, secretário(76) e um oficial daSecretaria. Diz a Memória: “Todas as autoridades lhe são sujeitas [isto é, aopresidente], mesmo as independentes”.

O governo militar compunha-se do comandante das Armas e seu ajudantede ordens, sendo que os efetivos da primeira e segunda Linha, ao se inauguraro ano de 1828, totalizavam 1.849 homens, conforme se vê do quadro seguinte:

MAPA DA FORÇA MILITAR DA 1.ª E 2ª LINHA DA PROVÍNCIA DO ESPÍRITO SANTO(77)

Ver imagem do quadro logo abaixo da matéria.

Relativamente às companhias de ordenança, eram iguais ao número de distritosda província e “cada uma delas mais ou menos forte conforme a população”.(78)

 

NOTAS

(76) - O primeiro secretário do governo provincial – José Henrique de Paiva – foi nomeadoa vinte e oito de novembro de 1823 (DAEMON, Prov ES, 267). É mister notar, entretanto, queexistira, anteriormente, o cargo de secretário do governo da Capitania, criado pelo decreto real dedez de setembro de 1810. O primeiro ocupante desse lugar foi João Barroso Pereira.

(77) - Inácio Acioli, Memória.

(78) -“Cada uma das Vilas, e a mesma Capital contém um capitão-mor e tantos capitães,alferes e sargentos de ordenança quantos são os distritos em que se subdivide. A Cidade é divididaem cinco distritos; Itapemirim em quatro; Benevente em quatro; Guarapari em quatro; EspíritoSanto em dois; Nova Almeida em seis; S. Mateus em quatro. Cada uma das Vilas, e Cidadesfornecem os corpos da 2.ª linha com a força que tem; comparecendo na Capital nas formaturasde corpos, em certos lugares do seu distrito na formatura de Companhia” (Memória).

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 3ª edição, Vitória (APEES) - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – Secretaria de Cultura, 2008
Autor: José Teixeira de Oliveira
Compilação: Walter Aguiar Filho, maio/2018



GALERIA:

📷
📷


História do ES

Bibliotecas públicas e jornais na República

Bibliotecas públicas e jornais na República

A Biblioteca Pública Provincial, em 1889, era servida por um amanuense-bibliotecário e um porteiro

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Palavras que vieram da África

A influência do negro na nossa cultura foi bastante expressiva. Os hábitos e costumes africanos penetraram no nosso cotidiano

Ver Artigo
Epidemias e Ameaças - Por Serafim Derenzi

Os franceses, que ameaçaram a costa em 1551, voltaram em 1558 ao Porto de Vitória, onde dormiram 

Ver Artigo
A febre amarela no Espírito Santo em 1850

A Providência Divina vela certamente sobre a população desta Província que, sem o seu auxílio, estaria hoje extinta por falta de recursos da medicina

Ver Artigo
Varíola, cólera, fome em meados do Século XIX no ES

Já em fevereiro de 1855, um ofício do barão de Itapemirim falava em mais de mil vítimas 

Ver Artigo
Porto de Cachoeiro foi marco de crescimento

“Mas o transporte fluvial era tão importante, que a sede da colônia veio para o porto das embarcações, o Porto de Cachoeiro, que hoje é Santa Leopoldina”

Ver Artigo