Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

João Neiva

A região que hoje corresponde ao município de João Neiva recebeu os primeiros imigrantes italianos em 1877. As famílias fundaram os distritos de Acioli de Vasconcelos (1887) e Demétrio Ribeiro (1891).

No início do século XX, o deputado federal baiano João Augusto Neiva apresentou o projeto de instalação de uma ferrovia que passava pela região. Inaugurada em 1905, a estação ferroviária e a povoação formada ao seu redor receberam o nome do parlamentar.

João Neiva foi elevada à categoria de município somente em 1988. A cidade, situada a 83 quilômetros ao norte de Vitória, tem cerca de 15 mil habitantes.

Quando, em 1991, a Vale do Rio Doce encerrou as atividade da oficina de vagões, e a locomotiva a vapor apelidade de Camboninha apitou pela última vez, o ciclo iniciado com a inauguração da estação ferroviária de João Neiva, em 1905, terminou.

A Camboninha, relíquia exibida no Museu Histórico Municipal, está retratada na bandeira do município. O prédio de madeira do museu também guarda antiguidades e painéis com fotos e textos que contam a história de João Neiva.

A cidade é marcada culturalmente, pelo amor à música. Veja as principais iniciativas:

Lira Triunfiense

Existiu até 1935 e depois foi extinta. Em 1976 um grupo de colonos comprou instrumentos e reviveu a tradição, criando a Associação de Música Guilherme Baptista. Hoje a banda tem 30 membros e 18 aprendizes. No repertório, música religiosa, hinos cívicos, boleros e marchinhas.

Coral Italiano Nona Saína

A canção "Da Italia noi Siamo Partiti" exprime com fidelidade o espírito desse grupo, criado em 1992 e formado por 27 senhores e senhoras, descendentes dos italianos que colonizaram João Neiva. As músicas falam da vida dos imigrantes.

Instituto Preservarte

Organização fundada em 2004 pela família Casara, oferece a crianças e jovens da região cursos de lutheria, música, capoeira e viveirismo. Renato Casara, presidente do instituto, instalou na cidade, em 1994, uma fábrica de arcos para instrumentos de cordas.

Fonte: A Gazeta (12/08/2007)



GALERIA:

📷
📷


Cidades do ES

Ubu

Ubu

Esta pequena praia do litoral sul capixaba, transmite paz e tranqüilidade ao olhar aquele mar azul e, principalmente, após degustar uma suculenta moqueca capixaba de peixe e banana da terra. É um paraíso onde a natureza sobressai-se na paisagem...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Iconha: Capital dos caminhoneiros no Brasil - Por Luciana Maximo

A cidade que tem 13 mil habitantes é considerada o município com o maior número de caminhões e carretas por habitantes do Brasil

Ver Artigo
Divisão administrativa do município de Vitória, 1937

São os seguintes limites do município de Vitória

Ver Artigo
Barra do Jucu

Barra do Jucu é um pequeno balneário de Vila Velha, ainda tranqüilo, localizado a 15 quilômetros do centro da cidade, que atrai muita gente por seu alto astral

Ver Artigo
Então Vitória era assim (1908-1912) – Era Jerônimo

Um bonde a tração animal trafegava pela cidade baixa, de Vila Rubim ao Forte São João, passando pelo Largo da Conceição, Ruas do Rosário, Cristóvão Colombo e Barão de Monjardim

Ver Artigo
Itaúnas - Por Adelpho Monjardim

Situada na embocadura de importante rio, na orla marítima, possuidora de magnífico e extenso litoral, cedo desenvolveu-se, tornando-se próspera povoação, com intenso comércio com a Bahia

Ver Artigo