Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Cultura em Linhares

Cultura em Linhares

Primeiro momento: os pés descalços tocam o chão, enquanto as mãos batem o tambor. Na mesma vila, pouco mais adiante, um homem e uma mulher vestem-se de Folia de Reis

A Escola Normal Pedro II

A Escola Normal Pedro II

É verdade que da Escola Normal restou o antigo e majestoso prédio, ao lado do Palácio Anchieta, com seus janelões e grandes portas e um pátio enorme cheio de árvores

A Justiça e o Ministério Público Capixabas no início do Século XX

A Justiça e o Ministério Público Capixabas no início do Século XX

Pertenciam à nossa Corte em 1907, os Drs. Luiz Manoel Mendes Veloso, Presidente; Getúlio Serrano; Gregório Magno Borges da Fonseca; Antônio Ferreira Coelho e Barcímio Paes Barreto, todos nordestinos

OS OUTROS TODOS OU ET COETERA OU SURSUM CORDA

OS OUTROS TODOS OU ET COETERA OU SURSUM CORDA

Selecionei notícias e artigos de fundo sobre temas ligados de alguma forma a movimentos sociais na capital capixaba

A história do escudo (logo) do IHGES

A história do escudo (logo) do IHGES

A revista número dois, editada apenas em 1922, já apresenta o escudo, tal e qual o conhecemos ainda hoje

Casa do Navio

Casa do Navio

“E la nave va...” “C’era uma volta um piccolo navio che non sappeva, non sappeva navigare...”

Carta a Martha Rocha - Crônica

Carta a Martha Rocha - Crônica

Vitória é a cidade de mulheres lindas. E no dizer insuspeitíssimo de Margarida Lopes de Almeida é “ a Capital brasileira da Beleza feminina”

Maneco e “Vida Capichaba”

Maneco e “Vida Capichaba”

Não fora a obstinação de Manoel Lopes Pimenta, proprietário de uma pequena gráfica, seria realmente impossível à Vida Capichaba 

Os carnavais de antigamente - Rubem Braga (1958)

Os carnavais de antigamente - Rubem Braga (1958)

De um certo ponto de vista, parece que eu "acreditava" um pouco nas fantasias. O disfarce era uma revelação, eis o que eu sentia inconscientemente

Vem uma pessoa - Rubem Braga (1949)

Vem uma pessoa - Rubem Braga (1949)

E a pessoa que me fala da praia – de Marataízes – e diz que ainda continua reservado para mim aquele pedaço de terra, em cima das pedras, entre duas praínhas