Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Personalidades Capixabas

Alfredo, o homem que vendia jornais – Por Marien Calixte

Alfredo, o homem que vendia jornais – Por Marien Calixte

Um homem que ajudou os amigos e deles nada cobrou em troca, não pediu retribuição, quando é este o ato mais comum nas relações humanas

Cinquentenário de uma persona grata – Por Marcos Tavares

Cinquentenário de uma persona grata – Por Marcos Tavares

Se é que é possível desvincular biografia e obra de um artista, eu diria que mais conheci o homem do que o notável ficcionista de O Sol no Céu na Boca

Maria Ortiz, heroína inesperada

Maria Ortiz, heroína inesperada

O prazer de Maria Ortiz era rolar pela ladeira do Pelourinho dentro de uma ancoreta vazia. Tinha nove anos nessa época. Seu pai, o espanhol Juan Orty y Ortiz, veio para o Espírito Santo em 1621

Pauta para Sussen – Por José Irmo Goring

Pauta para Sussen – Por José Irmo Goring

E olha que o Elmo foi figura sempre presente e atuante no movimento cultural de Vitória. Membro da AEL e do IHGES, escreveu alguns livros

Personalidades de Vitória – Por Magda Regina Lugon Arantes

Personalidades de Vitória – Por Magda Regina Lugon Arantes

Personalidades de Vitória são os que fazem o nosso dia-a-dia, os que tropeçam conosco no prazeroso caminhar pelas ruas da cidade

Doutor Lucilo, o Rei da Praia do Suá

Doutor Lucilo, o Rei da Praia do Suá

Entre os anos cinqüenta e sessenta, duvido que existisse alguém em Vitória que vivesse a vida mais intensamente do que ele

O Dial Capixaba – Por Maria Lúcia da Silva

O Dial Capixaba – Por Maria Lúcia da Silva

Nessa conjuntura, nasceu em Vitória a primeira emissora em freqüência modulada, a Cariacica FM, inaugurada em 1975 

Paulo Velozzo – Por Ivan Borgo

Paulo Velozzo – Por Ivan Borgo

Paulo Vellozo, além do mais, foi um grande contador de casos

Mestre Armojo – Por Eliomar Mazzoco

Mestre Armojo – Por Eliomar Mazzoco

O mito, que já encontrara pelas ruas de Vitória numas esquinas escolhidas por Deus, encontrei em algumas reuniões do PCB

Gente é para brilhar – Por Edileuza Penha de Souza

Gente é para brilhar – Por Edileuza Penha de Souza

Lembra fatos engraçados que vivenciou na Escola Alberto de Almeida, onde, junto com Fernando Tatagiba, Amylton de Almeida e tantos outros, encenou inesquecíveis peças de teatro