Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Academia de Letras Humberto de Campos

Foto de Andra Valladares

BREVE HISTÓRICO: Vila Velha/ES (1940) - Numa época em que ainda se ouvia, todos os dias, as batidas do sino da Igreja do Rosário anunciando a Ave Maria; que política partidária era assunto proibido - pois vivia-se sob o regime do Estado Novo da ditadura Getuliana - e que, em contraste com a quietude de Vila Velha, chegavam, pelo rádio, preocupantes notícias dos campos de batalha da Segunda Guerra Mundial, um grupo de jovens dá origem a uma instituição literária, nascendo daí o "Centro Acadêmico Humberto de Campos", que teve uma vida relativamente curta. Mais tarde, com a extinção do Centro Acadêmico, surge, em 1948 um Centro Cultural cujos fundadores resolveram adotar o mesmo nome do patrono anterior "HUMBERTO DE CAMPOS". Desse modo, homenageava-se o grande jornalista maranhense, radicado na imprensa carioca, que até 1934 (ano de seu falecimento) fulgurou na constelação da literatura brasileira como o maior cronista de seu tempo. Na década de 50, o mundo se recompõe dos destroços herdados da grande guerra, o Brasil vive momentos áureos da democracia e o Espírito Santo cresce em todas as áreas de sua vida administrativa. Tudo se modifica. Por sua vez, Vila Velha começa a ensaiar seus primeiros passos em busca do progresso. Nesse clima de euforia e de desenvolvimento, resolveram os integrantes do Centro Cultural transformá-lo em uma ACADEMIA DE LETRAS. Assim, através de uma Assembleia Geral, no dia 02/09/1959 o Centro Cultural transforma-se na ACADEMIA DE LETRAS HUMBERTO DE CAMPOS. Presentes à reunião: Antônio Pinto Rodrigues, Saturnino Rangel Mauro, Paulo Mares Guia, Antônio Gil Velozo, Inocêncio da Cunha Padrão, Vicente de Oliveira e Silva, Dijairo Gonçalves Lima, José Moraes, Mário Ribeiro, Julião Miranda Pinto, Sebastião Pinto de Carvalho e Henrique Rimolo.
(Fonte: livreto sobre a História da Academia de Letras Humberto de Campos lançado no ano de 1991).

Atualmente a Academia de Letras Humberto de Campos promove mensalmente o SARAU DOMINGO POÉTICO, evento aberto ao público onde há participação dos Acadêmicos e de pessoas da comunidade. O evento também tem trazido para os interessados outras atrações culturais nas áreas da música, teatro e folclore.

Atual Diretoria (eleita em março/2011):
Presidenta: Regina Lúcia Pinto RangelVice-Presidenta: Andra ValladaresSecretário: Ricardo SalvalaioTesoureiro: Paulo De PaulaConselho Fiscal: Horacio Xavier, José Roberto de Oliveira e Walter de Aguiar Filho.

 

Fonte:Blog da Academia desenvolvido pela atual Vice-presidenta Andra Valladares 
Foto: Andra Valladares

 

 

Links Relacionados:

>>  Humberto de Campos 

Vila Velha

Átyla Freitas Lima

Átyla Freitas Lima

Sempre nutri vontade de divulgar os atos pitorescos que se passaram em Vila Velha, na época de nossa infância. Agora lendo em “A Gazeta” um artigo do meu amigo José Luzio, em que ele focaliza um desses fatos ocorridos como o nosso inesquecível “Demi Malcriado”, resolvi por em prática este meu desejo.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Primeiro Núcleo de Vila Velha

Após a construção das primeiras cabanas da povoação, e do plantio de sementes trazidas de Portugal, um engenho de açúcar começou a funcionar no Sítio do Ribeiro

Ver Artigo
Carnaval antigo de Vila Velha

O Carnaval de Vila Velha também tem a sua tradição. Logo no seu início as mulheres não se fantasiavam, porém os homens caprichavam para apresentar fantasias caras ou extravagantes

Ver Artigo
A História da Marinha em Vila Velha

Você sabia que a Marinha é mais antiga do que o Exército em Vila Velha?

Ver Artigo
O Natal e seus festejos

NATAL, festa máxima da cristandade! Como hoje, também a Vila Velha antiga se preparava para este grande dia na residência do Desembargador Ferreira Coelho 

Ver Artigo
Estatuto do Clube dos 40 – Parte I

O Clube dos 40, fundado em 08 de fevereiro de 1939, nesta cidade de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo

Ver Artigo