Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Agora saberemos quem serve peixada

A tradicional iguaria é famosa pelo sabor e aroma peculiares, resultado da junção de uma receita saudável e pela panela de barro. Agora com Selo de Moqueca Capixaba; pois o resto você já sabe...

Moqueca capixaba vai ter receita unificada e até selo de qualidade

Projeto também quer transformar o prato em tradicional patrimônio imaterial

Principal iguaria da culinária do Espírito Santo, a moqueca capixaba terá sua receita unificada  e os restaurantes que seguirem o modo de preparo fiel ao tradicional vão receber o selo de “Autêntica Moqueca Capixaba” a partir de 2015. Também será feito um pedido para que o prato seja reconhecido como patrimônio imaterial pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O projeto hoje apresentado ontem pelo Espírito Santo Convention e Vistors Bureau, tem como objetivo resgatar a história e a receita tradicional do ícone da culinária capixaba.

Uma comissão formada por vários chefes de cozinha e estudiosos de gastronomia será capiteada pelo jornalista Cacau Monjardim, estudioso da moqueca capixaba e uma das maiores autoridades no assunto. O grupo fará estudos para chegar a uma receita de moqueca capixaba única e fiel à tradição.
“Vamos tentar acabar com experiências e abusos que tem sido feitos usando o nome da moqueca capixaba. Queremos que a receita tradicional seja preservada de geração em geração. A moqueca é o carro-chefe da culinária capixaba, a melhor do litoral do Brasil”, defende Monjardim, um dos pioneiros no estudo da moqueca.

Restaurantes

Segundo Alfonso Silva, presidente do Espírito Santo Convention e Vistors Bureau, o resgate da receita tem como objetivo elevar a qualidade da moqueca oferecida nos restaurantes a capixabas e turistas.

A expectativa é que a partir de março os primeiros restaurantes recebam o Selo de “Autêntica Moqueca Capixaba”.

“Os restaurantes serão avaliados pelos chefs em sistema de cliente oculto. Vamos levantar as receitas e apontar o que tem que ser feito para que eles se adéqüem. Se a receita for a original, o restaurante não terá de alterar nada”, afirma o presidente.

A secretária de Estado de Turismo, Dionedes Berger, classificou a iniciativa como fantástica. Ela acredita que a idéia vai dar mais visibilidade ao prato tradicional. “Isso vai ajudar a fortalecer o turismo no nosso Estado e será o reconhecimento de um modo de fazer”, disse.

Pedido será analisado pelo Iphan

Superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Diva Maria Figueiredo, afirmou que o pedido para que a moqueca se torne patrimônio imaterial deve ser analisado pelo órgão federal.

Ela afirmou que o pedido ainda não foi realizado e que, em geral, solicitações assim passam por uma análise na câmara técnica do Instituto.

“É preciso uma defesa fundamentada do porque daquele bem ser considerado patrimônio imaterial. Em geral, são registros de ações muito antigas transmitidas de geração em geração”, disse.

Uma vez iniciada o processo, essa câmara técnica pode recomendar ao Iphan local que contrate um estudo para conhecer de forma mais aprofundada o assunto e elaborar um dossiê. São exemplos de patrimônio imaterial no Brasil o acarajé da Bahia e as panelas de barro feitas em Goiabeiras.

Nota: Panela de barro é patrimônio imaterial

As panelas de barro de Goiabeiras são consideradas patrimônio imaterial desde 2002. O reconhecimento desse modo de fazer foi concedido pelo Iphan, que atribui esse título como maneira de preservar esse conhecimento e a sustentabilidade da comunidade.

 

Fonte: Jornal A Gazeta – 15/10/2014
Autor: Elton Lyrio
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2014

Culinária Capixaba

Empresário faz história de sucesso

Empresário faz história de sucesso

Osmar Bodevan abriu seu primeiro negócio no bairro em 1967. Depois montou um restaurante de frutos do mar na orla

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Moquecas e peixadas – Por Cacau Monjardim

Do hábito indígena de "moquear" o peixe, nossos antepassados, de pai para filho, foram melhorando a técnica de preparo

Ver Artigo
Agora saberemos quem serve peixada

Moqueca capixaba vai ter receita unificada e até selo de qualidade. Projeto também quer transformar o prato em tradicional patrimônio imaterial

Ver Artigo
Você come moqueca ou peixada?

"Moqueca, só capixaba! O resto é peixada". A frase dita pelo jornalista Cacau Monjardim ficou conhecida dentro e fora do Estado do ES, causando ciúme em vários centros gastronômicos do país

Ver Artigo
Camarões ao creme

Parafraseando o escritor Deomar Bittencourt, nós, no Espírito Santo, achamos que só quem sabe preparar peixe é o capixaba

Ver Artigo
Culinária Capixaba - TORTA CAPIXABA

Para deleite de todos publicamos neste site receitas deliciosas da culinária capixaba, com o uso de peixes e mariscos. Aproveite!

Ver Artigo