Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Cachoeiro de Itapemirim

Dia 29 de junho marca do dia da cidade de Cachoeiro de Itapemirim. A data foi criada pelo escritor Newton Braga, irmão de Rubem Braga, com a proposta de promover encontros e reavivar tradições

Dia 29 de junho marca do dia da cidade de Cachoeiro de Itapemirim. A data foi criada pelo escritor Newton Braga, irmão de Rubem Braga, com a proposta de promover encontros e reavivar tradições.

Os cachoeirenses, pelo menos a maioria, cultivam um sentimento de orgulho em relação às “coisas da terra”. Demonstrações exageradas de apreço à terra natal são um traço característico de muitos dos nascidos em Cachoeiro.

Há razões históricas que justificam o bairrismo. O município sempre exerceu uma centralidade política e econômica no sul do estado do Espírito Santo. Além disso, revelou ao mundo nomes de destaque nas artes entre os quais ninguém menos que o “rei” da música popular brasileira, Roberto Carlos, o sabiá da crônica, Rubem Braga, o eterno cafajeste Jece Valadão, o “maldito” Sérgio Sampaio.

Vanguarda na política e nas artes, Cachoeiro foi a primeira cidade do estado a ter energia elétrica. O município sedia o maior parque processador de rochas ornamentais do país e se consolida como centro na área de comércio e serviços.

A história de Cachoeiro começa em 1812, quando o donatário da capitania do Espírito Santo, Francisco Alberto Rubim, teve a tarefa de desenvolver o povoamento no estado. Os desbravadores foram atraídos pelo ouro nas minas descobertas da região onde hoje é o município de Castelo.

No século XIX, grandes latifundiários dominavam a região de Itapemirim. Da Vila, estendiam sua soberania até Cachoeiro. Durante a fase da cana-de-açúcar, Cachoeiro era um povoado perdido às margens do Rio Itapemirim. O início da transformação ocorreu na década de 1850.

A primeira casa construída em Cachoeiro de Itapemirim foi de Manoel de Jesus Lacerda no ano de 1846. Logo depois foram surgindo as primeiras casas comerciais no centro da Vila próxima à antiga matriz do Senhor dos Passos, sede da freguesia de São Pedro de Cachoeiro de Itapemirim.

A partir da criação da freguesia de São Pedro das Cachoeiras do Itapemirim, em 16 de julho de 1856, o lugarejo não parou de crescer.

O principal desafio hoje é enfrentar os desafios do presente, para que o futuro da cidade seja tão glorioso quanto foi o passado.

 

Fonte: Jornal A Gazeta (29/06/2007)
Compilação: Walter de Aguiar Filho, dezembro/2010 

 

Links Relacionados:

>> O povoamento de Cachoeiro  
>>
 
Governantes do ES  
>>
 
Capitanias hereditárias  
>>
 
Engenhos de açúcar no ES



GALERIA:

📷
📷


Cidades do ES

Iconha: Capital dos caminhoneiros no Brasil - Por Luciana Maximo

Iconha: Capital dos caminhoneiros no Brasil - Por Luciana Maximo

A cidade que tem 13 mil habitantes é considerada o município com o maior número de caminhões e carretas por habitantes do Brasil

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

Povoamento do ES

No período colonial o povoamento do Espírito Santo ficou limitado ao litoral. Os lugares mais afastados do mar eram São Mateus e Linhares. No século XIX, o interior do ES ainda era coberto de matas virgens. No rio Doce foram instalados quartéis militares para a defesa dos colonos

Ver Artigo
Engenhos de açúcar no ES

O texto abaixo é transcrito do que é considerado o primeiro livro sobre o Brasil. Em 1576, em Lisboa, Pero de Magalhães de Gândavo imprimiu as páginas de sua História da Província de Santa Cruz (um dos primeiros nomes do Brasil) no mesmo local onde foi editado os “Lusíadas”.

Ver Artigo
Capitanias Hereditárias

Quando Vasco Fernandes Coutinho chegou à sua capitania, 35 anos após o descobrimento, todo o litoral brasileiro já era conhecido pelos principais navegadores europeus. Em 1501, o rei D. Manoel organizou uma frota de três caravelas com a missão de fazer a primeira exploração de todo o litoral das terras enunciadas por Cabral, cujo comando principal entregou ao experiente navegador português , Gonçalo Coelho...

Ver Artigo