Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Engenhos de açúcar no ES

Ilustração: Mônica Mol

O texto abaixo é transcrito do que é considerado o primeiro livro sobre o Brasil. Em 1576, em Lisboa, Pero de Magalhães de Gândavo imprimiu as páginas de sua História da Província de Santa Cruz (um dos primeiros nomes do Brasil) no mesmo local onde foi editado os “Lusíadas”.

“Da Capitania do Espírito Santo.

A capitania do Espírito Santo está a cinqüenta léguas de Porto Seguro em vinte graus da qual é capitão e governador Vasco Fernandes Coutinho. Tem um engenho somente. Tira-se dele o melhor açúcar que há em todo Brasil.

Há dentro da povoação um mosteiro de padres da Companhia de Jesus. Tem um rio muito grande onde os navios entram, no qual se acham mais peixes bois que nenhum outro rio desta costa. No mar junto desta capitania matam grande quantidade de peixes grandes e de toda maneira, e também no mesmo rio há muita abundância deles.

Nesta capitania há muitas terras e muito largas onde os moradores vivem muito abastados assim de mantimentos da terra como de fazendas: e quando se tomou a fortaleza do rio de Janeiro, desta mesma capitania do Espírito Santo sustentarão toda gente e proverão sempre de mantimentos necessários enquanto estiverem na terra os que a defendiam.”

 

Fonte: Tratado da Província do Brasil, 1576 (livro original)
Autor: Pero de Magalhães de Gândavo

Compilação: Walter de Aguiar Filho, fevereiro/2010

Links Relacionados:

>> Ouro e Açúcar

História do ES

Sítio do Batalha

Sítio do Batalha

Em 1954, através da Lei Nº 85, o então prefeito de Vila Velha Domício Ferreira Mendes, formaliza a escritura de doação do Sítio do Batalha, local onde foi construído o Colégio Marista

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Marcelino Champagnat

Marcellin Champagnat, aportuguesado para Marcelino Champagnat nasce a 20 de maio de 1789, em Marlhes, aldeia de montanha no Centro-Leste da França, no início da Revolução Francesa

Ver Artigo
A PMES na Guerra do Paraguai: há 150 anos – Gelson Loiola

O enviar do efetivo da companhia de Polícia para a guerra, foi autorizada pela Assembleia Legislativa Provincial  mediante a aprovação e sanção da Lei nº 3, de 4 de maio de 1868

Ver Artigo
A Viagem do Imperador Pedro II à Província do Espírito Santo

Aos 35 anos de idade, estava ele no auge da vitalidade, naquele verão de 1859/1860

Ver Artigo
As expedições e as suas conclusões - Por Estilaque Ferreira dos Santos

Não se pode deduzir que antes desta doação a capitania já teria sido “descoberta” e explorada pelos navegantes portugueses

Ver Artigo
A História da Revolução de 1817 – Texto de 1917

Historiadores se deixaram levar pelas simpatias individuais e escreveram as suas narrativas eivadas de apreciações inexatas

Ver Artigo