Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

Orografia - As 10 mais altas Montanhas do Espírito Santo

Mestre Álvaro (ou Alvo)

1) O Pico da Bandeira. É considerado o ponto culminante do Brasil. Mede 2.884 metros de altitude, segundo os últimos dados geográficos. Situa-se na divisa oeste do Espírito Santo com o Estado de Minas Gerais, nas proximidades das cidades espírito-santenses de Iúna, Alegre e Guaçuí. Pertence ao sistema da Serra do Caparaó.

2) O Pico do Cruzeiro. Fica próximo ao Pico da Bandeira e também na divisa do Espírito Santo com o Estado de Minas Gerais. Tem 2.816 metros de altitude. Situa­-se no Município de Guaçuí.

3) Pico do Calçado. Está, também, no Município de Guaçuí. Mede dois mil e quinhentos metros de altitude. Situa-se na Zona Serrana do Sul.

4) Pedra do Forno Grande. Tem a altura de 2.000 metros. Encontra-se no Município de Castelo, na Zona Serrana do Sul.

5) Pedra Azul. Tira o seu nome da forte coloração azulada que adquire ao cair das tardes. Mede, igualmente, 2.000 metros de altitude. Situa-se no Município de Domingos Martins, na Zona Serrana do Sul.

6) A Serra dos Tamancos. Está situada entre os Municípios de Domingos Mar­tins, Alfredo Chaves e Cachoeiro de Itapemirim, na Zona intermediária desses Muni­cípios. Mede 1.837 metros de altura.

7) A Pedra da Fortaleza. Situa-se entre os Municípios de São Mateus e Barra e São Francisco, na Zona Norte do Estado. Tem 1.000 metros de altitude.

8) Mestre Álvaro (ou Alvo). É uma bela montanha que se ergue, isolada, em extensa planície, ao norte da cidade de Vitória, no vizinho Município da Serra. Dada a proximidade em que se encontra da costa oceânica é o ponto de referência e o guia dos pescadores de alto-mar. Eleva-se a 800 metros de altitude.

9) A Serra de Santa Teresa. Nela está situada a cidade desse nome, que é, por isso, a mais alta cidade do Esta do, com os seus 673 metros e altitude. Possui clima verdadeiramente europeu. E a Petrópolis capixaba, pelos seus ribeiros, ribeirões, mas sobretudo pela sua luxuriante vegetação, suas flores e hortênsias. Nessa cidade tem os Governadores a sua residência de verão na montanha.

10) O Itabira. Fica nas proximidades da cidade de Cachoeiro de Itapemirim, de onde é visto emergindo de um conjunto de outras montanhas menores.

Fonte de estudos: “Geografia do Espirito Santo”. Profs. Amâncio e Heráclito Pe­reira. Vitória, 1920. “Minha Terra e Meu Município”. Antônio Marins. Rio, 1920. Oro grafia Espírito-santense”. Carlos Xavier Pais Barreto. Vitória. 1921. “Anuário do Esta­do do Espírito Santo”. Seção de Altimetria. Órgão do I.B.G.E. - Vitória. Ano 1968. “As Montanhas de Vitória”. Estudo do Prof. Dr. Alberto Stange Júnior. Prefeitura Municipal. Vitória. 1943. “Planícies e Montes Espírito-santenses”. Sua formação Geológica. Enge­nheiro Antônio de Magalhães Ribeiro. Ed. Baldassari. Cachoeiro de Itapemirim. 1925.

 

Academia Espírito-Santense de Letras

Ester Abreu Vieira de Oliveira (Presidente)

João Gualberto Vasconcellos (1° Vice-Presidente)

Álvaro José Silva (1° Secretário)

Marcos Tavares (1° Tesoureiro)

Secretaria Municipal de Cultura - Prefeitura de Vitória

Lorenzo Pazolini (Prefeito Municipal)

Estéfane da Silva Franca Ferreira (Vice-Prefeita)

Luciano Pícoli Gagno (Secretário Municipal de Cultura)

Elizete Terezinha Caser Rocha (Coordenadora da Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim)

Conselho Editorial

Adilson Vilaça

Álvaro José Silva

Ester Abreu Vieira de Oliveira

Elizete Terezinha Caser Rocha

Fernando Achiamé

Francisco Aurelio Ribeiro

Getúlio Marcos Pereira Neves

Organização e Revisão

Francisco Aurelio Ribeiro

Capa e Editoração

Douglas Ramalho

Impressão

Gráfica Espírito Santo

Imagens

Arquivos Pessoais

 

Fonte: O Estado do Espírito Santo e os Espírito-santenses - Dados, Fatos e Curiosidades (os 10 mais...) - 4° Edição (Reedição da 3ª ed. de 1971)
Autor: Eurípedes Queiroz do Valle
Compilação: Walter de Aguiar Filho, junho/2023

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Farol de Santa Luzia – Por Elmo Elton

A 07 de setembro de 1871, a luz do farol já anunciava aos nautas, antes incertos, a segurança da aproximação do porto

Ver Artigo
O Farol de Regência - Por Geraldo Magela

O farol foi inaugurado no dia 15 de novembro de 1895, no governo Muniz Freire, que defendeu na Câmara do De­putados a necessidade de sua instalação

Ver Artigo
Orografia - As 10 mais altas Montanhas do Espírito Santo

Mestre Álvaro (ou Alvo). É uma bela montanha que se ergue, isolada, em extensa planície, ao norte da cidade de Vitória, no vizinho Município da Serra 

Ver Artigo
Grandes Construções - As 10 mais destacadas por Eurípedes Queiroz do Valle

Situa-se na Ponta de Piranhém ou Tubarão que lhe dá o nome no extremo norte da baía de Vitó­ria

Ver Artigo
O Itabira e o Frade e a Freira - Por Gabriel Bittencourt

O Itabira: esguio monólito que os cachoeirenses fizeram símbolo da cidade, e os intelectuais de sua Academia de Letras transformaram-no no seu escudo e emblema

Ver Artigo