Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

ES terá base para proteção de tartarugas - 1984

Reserva Biológica de Comboios, a 7km do distrito de Regência, em Linhares - foto julho/2018

A primeira base da América Latina, para proteção e estudos das tartarugas marinhas, começará a ser construída até meados de fevereiro, na reserva biológica de Comboios no município de Linhares, e sua conclusão está prevista para abril. A base, que terá um custo estimado em Cr$ 70 milhões, vai evitar a extinção da tartaruga gigante, uma espécie cada vez mais rara e que pesa, em média, 700 quilos.

Além da preservação e proteção das espécies de tartarugas, a base vai estudar a rota feita em todo o mundo por esses répteis que procuram o litoral capixaba, no período de novembro a março, para desova. Só no período de 29 de outubro passado a 5 de janeiro último, foram localizados em Comboios 62 ninhos, e este ano foram coletados 600 ovos de tartarugas gigantes, dos quais 200 já incubados e os filhotes liberados ao mar.

ESPÉCIES

De acordo com o diretor técnico do Centro de Pesquisas do Mar (Cepemar), Nelson Saldanha, três espécies de tartarugas procuram o litoral capixaba para desova — a gigante, careta-careta e chelonia-mydas — e cada uma deposita na areia da praia uma média de 120 ovos, sempre durante a noite. Os trabalhos para preservação das tartarugas estão sendo executados pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF), Cepemar e Departamento de Ações Ambientais (DAM, da Secretaria da Saúde.

Segundo Nelson Saldanha, a base a ser construída compreenderá dois quartos para alojamentos de técnicos, duas salas de estudos, um laboratório, um almoxarifado, banheiro e cozinha, além de tanques para observação dos filhotes recém-nascidos, uma bancada com material de laboratório para observação e fixação no desenvolvimento dos estudos, microscópios e balanças.

Com o objetivo de traçar a rota feita pelas tartarugas que desovam na Reserva Biológica de Comboios, o Cepemar firmou este mês convênio com a W. W. F. — organização internacional de proteção dos animais em fase de extinção —, com quem fará intercâmbio permanente de informações, enviando para o banco de dados daquela instituição subsídios sobre as tartarugas do Atlântico.

O processo de desova das tartarugas se dá assim, conforme explicou Nelson Saldanha: à noite, no período de novembro a março, as espécies cavam com as patas traseiras ninhos na areia da praia, onde depositam os ovos com auxílio de um líquido viscoso. Em seguida, cobrem a cova aberta e voltam para o mar. Os ovos ficam em processo de incubação durante 60 dias, dando origem aos filhotes.

Devido à ação predadora do homem, a taxa de sobrevivência das tartarugas na Reserva Biológica de Comboios não ultrapassa a 3 e 5%, se os ovos depositados na praia lá permanecerem. Quando coletados e levados para os viveiros planejados e em funcionamento, a possibilidade chega a 90%.

 

Fonte: A Gazeta – Vitória, 29/01/1984
Arquivo: Instituto Jones dos Santos Neves
Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2018

Ecologia

Beija Flor - Augusto Ruschi

Beija Flor - Augusto Ruschi

Entre as principais descobertas de Ruschi, a que todas as espécies de beija-flores do mundo só vivem nas Américas e estão associadas às bromélias, que também só existem no continente americano

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Cientista Augusto Ruschi

Uma vez passou um carnaval inteiro atrás de uma formiga. Havia uma formiga preta que a gente encontra na mata sempre sozinha. Mas ele achava que essa formiga não mora sozinha e sim com outras companheiras

Ver Artigo
Paisagens de Passagens - Por Rubens Câmara Gomes

A Praia de Camburi sem nenhuma construção também era muito melhor, embora eu tivesse freqüentado pouco quanto ela ainda era virgem. Lembro que o acesso era pela Ponte da Passagem

Ver Artigo
Marinha desmonta o farol de Regência - 1998

Foi iniciado ontem, em Regência, o processo de desmontagem do farol que foi instalado no local em 1888

Ver Artigo
Turismo no Campo - Por Cacau Monjardim em 1975

Nestas propriedades seriam mantidas as tradições que poderiam vir a ser incluídas  na programação e formação de uma rede estadual de turismo rural ou melhor, de turismo-natureza

Ver Artigo
Medidas para ajudar a salvar o Rio Doce

Especialistas sugeriram em encontro o reflorestamento das margens e recuperação de nascentes para preservar o rio

Ver Artigo