Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Fábrica de sabão e explosivos de Inhoá – Por Seu Dedê

Enseada de Inhoá - Galpão da Fábrica de Sabão e Depósito de Explosivos

No ano de 1912 residiu sobre uma pequena colina o Comendador Evaristo Pessoa e dizem que pouco mais além, na linha do mar, foi construída a primeira fábrica de sabão do Estado. Com o encerramento da atividade fabril o galpão da fábrica e suas dependências foram transformados em armazéns para estocagem de explosivos e materiais inflamáveis da companhia J. Zinzen & C. Durante o período da Segunda Guerra o deposito serviu para armazenar monazita. Ainda restam as ruínas desse armazém.

Enseada de Inhoá, local onde foi construída a Escola de Aprendizes Marinheiros do Espírito Santo. Aos 29 de outubro de 1960, a EAMES foi solenemente inaugurada, com a presença do então Presidente da República, Juscelino Kubitschek de Oliveira

 

Fonte: Memória do Menino... e de sua Vila Velha - Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha-ES, 2014
Autor: Edward Athayde D’ Alcantara
Compilação: Walter de Aguiar Filho, junho/2020

 

 

Prainha

Canela-Verde - Por Jair Santos (Edição 1999)

Canela-Verde - Por Jair Santos (Edição 1999)

Por causa desse amarrado de folhas ou ramos verdes nas pernas teriam sido alcunhados canelas-verdes

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Fábrica de sabão e explosivos de Inhoá – Por Seu Dedê

No ano de 1912 residiu sobre uma pequena colina o Comendador Evaristo Pessoa e dizem que pouco mais além, na linha do mar, foi construída a primeira fábrica de sabão do Estado

Ver Artigo
Banho de Mar na Prainha

Entre o Cais das Timbebas e o Exército, de frente para a subida do Convento da Penha (ladeira das 7 voltas), havia uma pequena, linda e bucólica praia conhecida como Praia das Timbebas

Ver Artigo
Cemitério da Praínha

No local foi enterrado o primeiro donatário da capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho. Tudo leva a crer que esse foi o primeiro cemitério de Vila Velha

Ver Artigo
Aterro da Prainha – Por Jair Santos

A Enseada da Prainha, onde aportou Vasco Fernandes Coutinho, está se transformando em imenso aterro, sem qualquer objetivo técnico ou interesse estético

Ver Artigo
Enseada da Prainha – Por Jair Santos

Esse é o nome do ancoradouro original onde aportou, em 1535, o donatário da capitania do Espírito Santo

Ver Artigo