• Recordando os Bondes
    Recordando os Bondes
    14/05/2012

    Humberto Del Maestro é, atualmente, o meu mais constante parceiro no exercício do intercâmbio cultural, "hobby" que cultuo desde os recuados e saudosos dias da juventude

  • Bonde
    Bonde
    04/04/2012

    Os primeiros bondes a circular em Vitória eram do tipo locomotiva movido a carvão. Os veículos pertenciam à Companhia Ferro Carril e faziam a linha Vitória/ Praia do Suá

  • O Condutor
    O Condutor
    29/03/2012

    Para falar dos bondes temos que falar também de sua tripulação, que era composta de motorneiro, condutor, fiscal e fiscal geral. Essas categorias distinguiam-se umas das outras pelas indumentárias

  • O bonde que me coube
    O bonde que me coube
    28/03/2012

    O "Caderno Dois" está me pedindo um depoimento sumário sobre a "época dos bondes" e, assustado, me vejo peça da memória da cidade...

  • Bondes - A viagem de Vila Velha a Vitória
    Bondes - A viagem de Vila Velha a Vitória
    28/03/2012

    Os passageiros completavam a viagem para Vitória atravessando a baía nos botes dos catraieiros ou em lanchas. Havia duas lanchas: a Elizabeth e a Santa Cecília. Elas pertenciam à empresa que mantinha os bondes e fornecia eletricidade a capital do Estado e a Vila Velha

  • O Bonde
    O Bonde
    28/03/2012

    O bonde proveniente de Paul fazia a sua última parada para apanhar ou deixar passageiros no ponto que antecedia Piratininga, nas proximidades do bar Ponto Chic, seguindo daí, sem mais parar, até Piratininga

  • Inauguração do bonde em Vila Velha (12/04/1912)
    Inauguração do bonde em Vila Velha (12/04/1912)
    27/03/2012

    Naquela linda manhã de outono, iluminada por um sol ameno, as pessoas formavam grupos nas ruas da cidade e confraternizavam. Era grande a euforia de todos, que aguardavam a chegada dos bondes a qualquer momento

  • O Bondinho de Cachoeiro
    O Bondinho de Cachoeiro
    23/11/2011

    Nas ruas apertadas, calçadas de paralelepípedos, o bondinho (que até nem era grande), atravancava o trânsito, rangendo, gingando, provocando barulhenta estática nos rádios receptores das residências, entrando em disputa com as carroças, caminhões, alguns poucos fordecos e chevrolets, de passeio, na primazia da passagem

  • DIA-A-DIA NO BONDE
    DIA-A-DIA NO BONDE
    01/12/2010

    Mulher não viajava nos estribos do bonde. Se o veículo estivesse lotado e não houvesse lugar para ela sentar, quase sempre alguém se levantava, comportamento muito próprio da época. Caso isso não acontecesse, viajava em pé, entre os bancos.